Documentos Orientadores

Documentos Orientadores

Plano anual de atividades - Documentos
Etapas sequenciais do simulacro

Toque do alarme do detetor de incêndio

O detetor de incêndio da sala 1 – Laboratório Geologia – irá disparar com a simulação de fumo. Este alarme só é audível em algumas zonas da escola.

Toque da campainha da escola – 2 toques intermitentes de 5 segundos Ouvir-se-ão 2 toques para chamada da equipa de 1.ª intervenção. Os alunos devem permanecer sentados no lugar, dentro da sala.

Toque da campainha da escola – 3 toques intermitentes de 5 segundos Ouvir-se-ão 3 toques intermitentes para evacuação geral da escola. Os alunos devem formar fila dentro da sala, conforme as instruções de evacuação (chefe-fila – delegado de turma e cerra-fila – professor). O delegado de turma abre a porta da sala e aguarda pela ordem de saída dada pelo Coordenador do Bloco. Segue depois as instruções fornecidas pelos Sinaleiros dispersos pela escola. À saída o professor verifica se a sala está vazia e fecha a porta. Os alunos com mobilidade reduzida serão devidamente acompanhados por um responsável pela sua segurança (a definir). Os alunos dispersos pela escola devem dirigir-se ao ponto de encontro mais perto do local onde se encontram.

Evacuar para o ponto de encontro

  • Ponto de Encontro 1 – Ringue 1 (atrás do Bloco B) Para quem se encontra no edifício escolar (com exceção das salas 17 e 18)
  • Ponto Encontro 2 – Ringue 2 (atrás do Pavilhão Gimnodesportivo) Para quem se encontra nas salas 17 e 18, oficinas e no Pavilhão Gimnodesportivo

Concentração no ponto de encontro

Ao chegar ao ponto de encontro devem seguir as ordens dadas pelo responsável de Concentração e Controlo e formar fila em frente a cada marca branca vertical na parede (a marcar), permanecendo no local com calma. O professor da turma deve informar o responsável de Concentração e Controlo do número de alunos em falta na sua turma, para que esta proceda à contagem total dos alunos no ponto de encontro.

Socorro

Um aluno ferido (simulação) será levado para o centro do ponto de encontro 1 onde será prestado o socorro pelos bombeiros. Todos os presentes terão a oportunidade de assistir aos procedimentos de socorro.

Fim do simulacro

Após o exercício de simulacro estar terminado o Delegado de Segurança dará ordens para os professores e alunos voltarem às salas. Posteriormente, sob ordem do professor, os alunos podem sair da sala e ir almoçar.

Orientações/funções dos elementos do serviço de segurança

Delegado de segurança (DS)

  • Verifica a localização exata e a extensão do sinistro.
  • Verifica a existência de vítimas a socorrer.
  • Acompanha a evolução do sinistro.
  • Dá ordem para acionar o alarme de evacuação parcial/geral.
  • Aciona as equipas de concentração e controlo.
  • Dá ordem de alerta a entidades externas.
  • Dá ordem de cortes gerais.
  • Verifica a reposição das condições de segurança após uma situação de emergência.
  • Faz o registo da ocorrência .
Coordenador de setor (CS)

Delegado de segurança (DS)

  • Aciona as equipas de 1ª intervenção.
  • Aciona as equipas de 1º socorro.
  • Aciona as equipas de evacuação:
    • Envia os sinaleiros para os pontos críticos por si definidos;
    • Se existir visitantes na área assegura que sejam incluídos num grupo de evacuação e avisa o DS;
    • Dá ordem de evacuação começando pelo grupo mais próximo do foco de emergência e/ou mais distante da saída, tendo em conta a situação e previsível evolução da emergência;
  • Aciona as equipas de corte parcial.
  • Pode dar ordem de evacuação parcial sempre que considerar que o sinistro pode evoluir para uma situação que envolva risco dos ocupantes.
  • Mantém o DS informado da evolução do sinistro.
Alarme
  • Aciona o alarme 1ª atuação - 2 toques de campainha (cada toque com duração de 5 seg. com intervalos de 5 seg.), por ordem do DS.
  • Aciona o alarme Geral - 3 toques de campainha (cada toque com duração de 5 seg. com intervalos de 5 seg.), por ordem do DS.
Alerta
  • Solicita a intervenção dos organismos de apoio externo, por ordem do DS.
Cortes
  • Procede aos cortes parciais de energia elétrica, água e gás conforme seja necessário e ordenado pelo CS.
  • Procede aos cortes gerais de energia elétrica, água e gás conforme seja necessário e ordenado pelo DS. Abre a água da rede pública caso a ocorrência não seja uma inundação.
1ª Intervenção
  • Utiliza os meios de 1ª intervenção em caso de incêndio.
  • Noutras situações de emergência dá o apoio possível.
  • Deverá ter sempre presente a preservação das condições de segurança tanto para si como para terceiros.
  • Se não for possível controlar o incêndio, se possível fecha as portas e janelas do compartimento e informa o CS.
Primeiros socorros
  • Presta auxílio a eventuais feridos.
  • Mantém-se junto dos sinistrados graves.
  • Avalia a necessidade de solicitar meios externas de socorro e informa o DS.
Evacuação
  • Chefe de fila (Delegado de turma) – abre a porta e após ordem do CS segue à frente da turma orientando a fila indiana para o ponto de encontro.
  • Cerra fila – professor da turma, segue em último na fila indiana e leva o registo de presenças (que deve ser preenchido no início da aula), certifica-se que não fica ninguém na sala, deixa as janelas e portas fechadas, mantém a ordem no ponto de encontro, faz a conferência dos alunos e não permite o regresso ao local sinistrado.
  • Sinaleiros – ocupam os locais estratégicos conforme previamente definido e orientam as várias equipas de evacuação.
  • Apoio a deficientes – Deverá ser designado o número de colaboradores necessários, para acompanhar as crianças com menos autonomia.
Informação e Vigilância
  • Abre as portas de saída do edifício.
  • Mantém os portões de acesso da escola fechados não deixando entrar nem sair ninguém à exceção dos meios de socorro.
  • Dirige-se para o local de acesso das viaturas de socorro para fazer o seu acolhimento e presta os esclarecimentos necessários sobre o local do acidente e/ou sinistrados.
  • Informa o DS da chegada dos meios de socorro.
  • Regula a circulação interna de viaturas, mantendo livre os acessos.
  • Dá uma cópia do registo das visitas à equipa de concentração e controlo.
  • Deve manter este registo permanentemente atualizado, contendo a informação do nº de visitas presentes e local da vista.
Concentração e Controlo
  • Reúne no ponto de encontro a população evacuada e procede à sua conferência.
  • Caso se verifique desaparecidos informa o DS.
Alunos, colaboradores em geral e empresas externas
  • Conhece e aplica as instruções de segurança.
  • Informa o DS sempre que tenha conhecimento de qualquer anomalia, designadamente:
    • Obstrução dos caminhos de evacuação.
    • Extintores e carretéis em mau estado de conservação, inoperacionais ou inacessíveis.
    • Cablagens e equipamentos elétricos em mau estado de conservação ou sobrecarregados.
  • Contribui para mater os caminhos de evacuação desobstruídos e livres de obstáculos que possam impedir ou dificultar a evacuação.
  • Conhece sumariamente o Plano de Segurança.
  • Conhece a localização de: caminhos de evacuação, extintores e ponto de encontro.